Coração Atómico

Rated 0/5 based on 1 reviews
Em plena Revolução Industrial, o mundo está à beira de extraordinários avanços tecnológicos. Uma nova e poderosa fonte de energia emerge para destronar o uso generalizado do vapor. Nas mãos certas, essa nova fonte de energia pode acelerar o avanço da Humanidade, mas nas mãos erradas pode destruir o mundo.
Download: epub mobi (Kindle) pdf
Price: Free! USD
Words: 4,380
Language: Portuguese
ISBN: 9781301242559
About Manuel Alves

MANUEL ALVES escreve palavras e desenha desenhos (o que esclarece completamente tudo o que precisa de ser completamente esclarecido). Algumas palavras juntam-se em muitas, muitas, muitas linhas de romances para crescidos (mais ou menos), como A CATIVA, A INVENÇÃO DE UM CONTO DE FADAS e TERRA FRIA. E outras palavras juntam-se a desenhos em histórias como as da LILI, para menos crescidos (e também para mais crescidos… basicamente para toda a gente). Nascido em Portugal, MANUEL ALVES tem a idade que pode ser calculada a partir da data de nascimento e é (aparentemente) humano, mas vive a maior parte do tempo afastado da civilização, num daqueles lugares místicos aos quais as pessoas costumam chamar carinhosamente cú de judas (de onde saem os arco-íris).

----
I’m the Master of the Universe currently taking a leave of absence.

I know all there is to know about small seemingly imperceptible things. For instance, like this one. Can you see it?

Also by This Author

Reviews

Review by: Ana Pereira on April 15, 2013 : (no rating)
Há acontecimentos na História que parecem destinados a acontecer, mais cedo ou mais tarde. E se fosse mais cedo? Se a energia nucear tivesse sido descoberta durante a Revolução Industrial? E se a inteligência artificial fizesse parte do pacote, capaz de reproduzir as emoções humanas com elevado grau de fidelidade? E se tudo isso tivesse acontecido numa cidade portuguesa? Este conto parte de uma série de "e se..." acelerando a todo o vapor para um final inevitavelmente explosivo, bem do género steampunk.
Uma homenagem a todos os fracassos dos quais não reza a História. Ou aos acontecimentos que, apesar de não terem sido fracassos, são ignorados dos anais. Deixa o "e se..." ficar no ar.
(reviewed long after purchase)

Report this book