P. Barbosa

Biography

Escrevo faz já alguns anos. Tenho a ilusão de que a minha escrita não é vulgar. Se não a tivesse, não me atreveria a publicar.

Escrevo por que me mandam escrever os dedos. Tudo o resto nada importa.

Where to find P. Barbosa online


Books

Daniela, A Louca
By
Price: Free! Words: 2,900. Language: Portuguese. Published: October 25, 2013. Category: Fiction » Literature » Drama
Chamavam-lhe louco, mas ele não se importava. Sorria sem nada dizer, na certeza de que não podia ser compreendido, e de que quem o chamava de louco era um alucinado que vivia rodeado de milagres passados que se haviam tornado vulgares.
Bicho da Pedra
By
Price: Free! Words: 7,100. Language: Portuguese. Published: March 29, 2013. Category: Fiction » Romance » Erotic
Nessa noite colou-lhe no corpo a cara de uma puta de revista que escondia debaixo da cama e o tesão que surgiu foi diferente; foi um tesão quente, que o fez transpirar por todos os poros do corpo, que o fez vacilar pela primeira vez, que o manteve quieto na cama quando tudo se desfez, quando toda aquela emoção desabou como uma montanha que se transformou num vulcão adormecido que explodiu.
O Quarto Branco
By
Price: Free! Words: 6,310. Language: Portuguese. Published: March 29, 2013. Category: Fiction » Romance » Short stories
Nascer ou não nascer, eis a verdadeira questão. Shakespeare não sabia do que falava. Se ele vivesse num Quarto Branco como o meu, nunca teria tido o desplante de escrever o que escreveu. E quando um homem é escorraçado para uma prisão minúscula ou para uma infinidade vazia, como aquela que habito há trinta anos de envelhecimento, só uma coisa o faz mover; sonhar com a fuga que quer empreender.
Não Levo Saudade
By
Price: $1.99 USD. Words: 45,110. Language: Portuguese. Published: February 18, 2013. Category: Fiction » Romance » General
Com o meu pai aprendi que cada palavra é preciosa. Dizia-me frequentemente, com um sorriso desafiador, Cada palavra é preciosa! A verdade tem uma direcção mas não um destino (não te esqueças). Tudo o que eu digo é mentira, vê se descobres... Nunca descobri a verdade escondida naquelas palavras preciosas.

P. Barbosa’s tag cloud

amor    aventura    branco    brasil    conto    contos    curtas    deus    ebook    fantasia    fantasy    felicidade    fico    fiction    filosofia    lisboa    literatura    mito    morte    mulher    mundo    paixao    portugal    portugese    portugese language    portugues    portuguese    portuguese book    portuguese books    religion    romance    saudade    sexo    short book    sociedade    stories    viagem    vida