Coração Atómico

Rated 0/5 based on 1 reviews
Em plena Revolução Industrial, o mundo está à beira de extraordinários avanços tecnológicos. Uma nova e poderosa fonte de energia emerge para destronar o uso generalizado do vapor. Nas mãos certas, essa nova fonte de energia pode acelerar o avanço da Humanidade, mas nas mãos erradas pode destruir o mundo.
Download: epub mobi (Kindle) pdf
Words: 4,380
Language: Portuguese
ISBN: 9781301242559
About Manuel Alves

MANUEL ALVES escreve palavras e desenha desenhos (o que esclarece completamente tudo o que precisa de ser completamente esclarecido). Quando as palavras são muitas, aparecem romances como A INVENÇÃO DE UM CONTO DE FADAS, TERRA FRIA e A CATIVA (WULFRIC #1). As palavras também se juntam a desenhos em histórias como as da LILI. Nascido em Portugal, MANUEL ALVES tem a idade que pode ser calculada a partir da data de nascimento e é (aparentemente) humano, mas vive a maior parte do tempo afastado da civilização, num daqueles lugares místicos popularmente conhecidos como cú de judas (de onde saem os arco-íris).

----
I’m the Master of the Universe currently taking a leave of absence.

I know all there is to know about small seemingly imperceptible things. For instance, like this one. Can you see it?

Also by This Author

Readers of This Book Also Read

Reviews

Review by: Ana Pereira on April 15, 2013 : (no rating)
Há acontecimentos na História que parecem destinados a acontecer, mais cedo ou mais tarde. E se fosse mais cedo? Se a energia nucear tivesse sido descoberta durante a Revolução Industrial? E se a inteligência artificial fizesse parte do pacote, capaz de reproduzir as emoções humanas com elevado grau de fidelidade? E se tudo isso tivesse acontecido numa cidade portuguesa? Este conto parte de uma série de "e se..." acelerando a todo o vapor para um final inevitavelmente explosivo, bem do género steampunk.
Uma homenagem a todos os fracassos dos quais não reza a História. Ou aos acontecimentos que, apesar de não terem sido fracassos, são ignorados dos anais. Deixa o "e se..." ficar no ar.
(reviewed long after purchase)

Report this book