Email this sample to a friend

DELEITES



Se eu soubesse falar de mim, sobre mim e por mim, talvez nada diria,eu não sei expor as qualidades que tenho.Sei que sou,que sei,mas não fica melhor outro diz?


Escrevi estas poesias e também as musiquei.

Camuccelli.



A BOLA

 

João jogou a bola,
Pro Sebastião,
A bola foi quicando,quicando,

Bateu na vidraça,
No canto da mesa,
A vidraça,
Quebrou a fortaleza.

 

 

O ENGANO

 

Ontem o riso invadiu a proa da porta,
Não que viesse alameando coisas,
Conduzindo gritos,
Ou resumindo ritos,
Não,
Um riso degradado,
Desdentado, relaxado e só,
Veio como o rio vem,
Não um rio de pétalas,
Em ritmo cadenciado e lento,

Não!

Foi transbordante,
Vacilante e avassalador,

Um rio de tortura,

Amassando a carne da cara em relevo,

Um rio que arrasta o que vê e o que achar,

Águas turvas e lépidas...

De quem falava mesmo?

Ah,do riso,

E dá pra rir no cenário do habite e da corrupção?

Previous Page Next Page Page 1 of 25