Email this sample to a friend

DE SECRETÁRIA A ESCRAVA SEXUAL 2:

UMA FANTASIA BDSM

Seth Daniels

Todos os personagens presentes neste trabalho são fictícios e maiores de 18 anos. Qualquer semelhança com pessoas reais, vivas ou mortas, é pura coincidência.

Copyright © 2013 by Black Serpent Erotica

Todos os direitos reservados. Este livro ou qualquer porção do mesmo não devem ser reproduzidos ou usados de qualquer forma sem a autorização expressa escrita do editor exceto para o uso de breves citações em uma crítica do livro.

ISBN: 978-1-62247-193-5

Smashwords Edition, License Notes

Este eBook é licenciado apenas para a sua diversão pessoal. Este eBook não deve ser revendido ou dado para outras pessoas. Se você gostaria de compartilhar este livro com outra pessoa, por favor, compre uma cópia adicional para cada pessoa com quem você quer dividi-lo. Se você está lendo este livro e não o comprou ou ele não foi comprado apenas para o seu uso, então você deve retorná-lo para a Smashwords.com e comprar a sua própria cópia. Obrigado por respeitar o trabalho duro deste autor.

Translated by: Bernardo Rocha

A cadeira de Emily rangeu enquanto ela balançava rapidamente para frente e para trás. Ela estava nervosa e excitada enquanto olhava para a porta, esperando o seu chefe entrar na sala. Fazia uma semana desde que ela havia entrado e se submetido completamente a ele. Desde aquela vez, ele agiu como se nada tivesse acontecido, tratando ela bem como secretária, mas no fundo, ela queria mais. Ela amou os sentimentos que ele floresceu nela e toda noite, desde aquela vez, se masturbou até dormir pensando em servir como a sua escrava. Ela estava inquieta na sua cadeira olhando o relógio e a porta ao mesmo tempo, assim que ele entrasse pela porta, planejava perguntar o que estava acontecendo e exigir alguma coisa de uma forma ou de outra, ou pelo menos é o que ela planejava fazer até que ouviu a maçaneta começar a girar. A sua mente deu um branco enquanto a fresta da porta se abriu lentamente e Don entrou calmamente na sala, seu olhar caindo sobre Emily atrás da mesa. “Caramba, você acorda com as galinhas, hein?”, ele disse olhando enquanto caminhava em direção à mesa, ela acenou com a cabeça, sem conseguir formar nenhuma palavra. Ele deu a volta na mesa, enquanto a olhava, “Você sabia que você parece arrumada e linda demais para ficar sentada atrás de uma mesa o dia todo? Você tem feito um bom trabalho e honestamente eu não tenho nada para fazer hoje, se você prometer não contar nada ao chefe, eu sugiro que a gente mate o trabalho e você venha dar um passeio comigo?”. Um sorriso surgiu no rosto dele e Emily entendeu que aquilo significava exatamente o que ela esperava, olhou para ele, de onde estava sentada, e disse “Eu prometo que não vou contar, senhor, e se eu contar, acho que você simplesmente teria que me punir, não é?

Previous Page Next Page Page 1 of 10