Dragões de Simir

Rated 3.00/5 based on 1 reviews
Não existe paz para os que anseiam a luta. Não há redenção para aqueles que perdem a sua humanidade. Os metamorfos de dragão sobrevivem num complicado equilíbrio entre a metade humana e animal. Destinados a conter a sua natureza para a sobrevivência da espécie. A temperança do dragão dependente das qualidades morais humanas... Uma ironia trágica. More
Download: epub mobi (Kindle) pdf more Online Reader
Price: Free! USD
Words: 7,330
Language: Portuguese
ISBN: 9781301305636
About Sara Farinha

Born and raised in Lisbon, the city where I went to college set my roots and made my home. Author, blogger, poet on my troubled times and word lover through and through. I’m a lot of things that aren’t all that important to this place, and a lot of others that definitely would be.

Love to write, read, travel, sing, challenge myself and enjoy human nature conundrums. Friends and family are my foundations as well as my solitude. Reader at a young age I discovered a personal passion in fiction and fantasy literature. Without presumption, I’ve been trying to create value in everything I do, learn all that I can, pursue goals and wishes and find new ways in this literary road.

2011 saw my debut novel ‘Percepção’ published through Alfarroba as well as my poem ‘Ausência Consagrada’ in Chiado Editora Anthology ‘Entre o Sono e o Sonho’ vol.III. 2013 has started well with the publishing of my poem 'São Horas' in vol. IV of the same Anthology, a short-story 'A Passagem Secreta' in Fénix Fanzine Nº2 and the short-story 'Dragões de Simir' in Smashwords. Administrator of ‘Sara Farinha’, my author platform, since 2007 and two other blogs. One dedicated to my debut novel and the other to my poetry passion, called ‘Ser Poeta’. I’m also part of the Fantasy & Co. team, a fantastic fiction authors group. This is a groundbreaking project, built with effort and vision, intending to spread Portuguese fantastic fiction.

Videos

Dragões de Simir
Não existe paz para os que anseiam a luta. Não há redenção para aqueles que perdem a sua humanidade. Os metamorfos de dragão sobrevivem num complicado equilíbrio entre a metade humana e animal. Destinados a conter a sua natureza para a sobrevivência da espécie. A temperança do dragão dependente das qualidades morais humanas... Uma ironia trágica.

Reviews

Review by: Ana C. Nunes on Sep. 14, 2013 :
Dragões de Simir é um conto com um conceito interessante que daria pano para mangas, se a autora assim o quisesse. No entanto, para a história que é, o formato de conto não foi mal escolhido.
A história é um pouco corriqueira, se bem que gostei do facto de o herói, propriamente dito, ser uma pessoa cheia de falhas. Por isso mesmo gostei de como a autora explorou as personagens, embora os passados delas fossem um trágicos demais.
O enredo não me surpreendeu muito no início mas a batalha final foi bem conseguida e trouxe algumas surpresas.
Já a escrita da autora, que por vezes trabalhava bem com a história, na maioria do tempo não era a mais apropriada. A autora ditava demasiada informação, ao invés de mostrar ao leitor, através das acções dos personagens, aquilo que precisávamos saber. Por exemplo, quando a Lia voou, pela primeira vez, nas costas do Cole, em vez de descrever o voo e as emoções, a autora simplesmente disse que foi fantástico e isso, para mim, não funcionou. Por outro lado, certas repetições no texto também não ajudaram a que este fosse mais aprazível.

No geral o conto foi uma leitura interessante, com personagens curiosas e algumas situações bem conseguidas, mas poderia ter sido muito melhor se a prosa fosse diferente. No entanto teria muito gosto em ler mais aventuras passadas neste 'mundo'.
Uma nota final para a capa que representa bem o conto, embora seja bastante mais colorido do que a história.
(review of free book)

Report this book